UMA PAUSA PARA O BOM SENSO E A REFLEXÃO- 1 | Blog do Marcondes Moreno

sexta-feira, 20 de março de 2020

UMA PAUSA PARA O BOM SENSO E A REFLEXÃO- 1

Share it Please
A política santa-cruzense está precisando uma análise mais detalhada da realidade dos seus agentes políticos, que mergulhados em seus projetos individuais, não estão conseguindo ver e ouvir o verdadeiro sentimento do povo. A parada obrigatória no movimento politico para se focar na prevenção do corona vírus, deveria ser aproveitada para uma reflexão mais profunda sobre suas reais condições eleitorais.

DIDA DE NAM- Já se passaram quase 90 dias do lançamento do seu nome para pré-candidatura, e o que se viu até agora foi a estratégia em recuperar as perdas para outros projetos, mas com apenas ele nesta missão. Dida de Nam é visto quase sozinho no cumprimento de sua agenda pessoal, exceto quando ele cumpre agenda do governo. Onde estão os vereadores e representantes do governo, que não caminham literalmente ao seu lado? O movimento deveria girar em torno do pré-candidato e não o contrário.

EDSON VIEIRA- O prefeito tem pauta para mostrar, tem numero dos avanços que promoveu e é o mais habilidoso politico da cidade, mas peca em detalhes simples, justamente parecendo não entender onde dói na população. Recentemente lançou um pacote de bondades de 20 milhões, onde os projetos são ousados e muito bons para o município. Porém, o efeito dos anúncios e até as execuções dos projetos são sufocados pela mídia na internet promovida pela própria população. Como exemplo, cito o maior projeto de pavimentação asfáltica da história da cidade, priorizando o centro e deixando vias de acessos importantes na periferia com problemas. Uma mega operação para limpeza de tapa-buracos na cidade, traria maior ganho. Em 60 dias a cidade ganharia outra cara com retirada de entulhos, lixo, consertos de saneamentos, buracos tapados, varrição e coleta de lixo mais eficiente, e envolvendo uns 200 homens na execução dessa tarefa. Evidentemente as outras obras continuariam sendo executadas.    

Nenhum comentário:

Postar um comentário