sábado, 3 de novembro de 2018

ZÉ AUGUSTO MAIA EXIGE RETIRADA DE CANDIDATURA DE FERNANDO ARAGÃO A PREFEITO COMO PRÉ-CONDIÇÃO PARA A UNIDADE TABOQUINHA EM 2020

Share it Please
Em conversa informal no estúdio de gravação da rádio Comunidade FM na tarde desta quarta-feira (31) o ex-deputado federal José Augusto Maia colocou a retirada da candidatura a prefeito do ex-vereador Fernando Aragão como pré-condição para a unidade do grupo Taboquinha em 2020.

Segundo José Augusto, o desempenho obtido nas urnas através da candidatura a deputado do seu filho, o advogado Tallys Maia, terá que ser respeitado. Ele afirma que as únicas lideranças detentoras de votos em condição significativa em Santa Cruz do Capibaribe são: ele próprio, o deputado Diogo Moraes e o prefeito Edson Vieira.

O ex-deputado afirmou ainda que Fernando Aragão nunca o apoiou de fato, e sempre que pôde colocou-se como adversário, ao invés de aliado. Por conta disso, e especialmente por não ter apoiado a candidatura de Tallys Maia, não haveria a menor possibilidade de ele, José Augusto, vir a apoiar uma eventual candidatura de Fernando Aragão a prefeito em 2020.

Quanto a eleição para a presidência da Câmara, o ex-deputado disse que já foi contactado por “todo mundo”, e que não descarta uma composição, seja com o grupo liderado pelo deputado Diogo Moraes, seja com o grupo liderado pelo prefeito Edson Vieira.

Na hipótese de uma composição com o prefeito Edson Vieira para a eleição da Câmara, José Augusto garante que o acordo político eventual não se estenderá à eleição municipal de 2020, e que permanecerá adversário político do atual prefeito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário